Como criar uma franquia de sucesso em 8 passos

Se chegou nesse artigo possivelmente é um empreendedor que possui um modelo de negócios testado e rentável, correto?

Se sim, já se deparou com pessoas perguntando se seu negócio é Franquia, acertei de novo?

Com esses indicadores e  sabendo de algumas das inúmeras vantagens da expansão via Franchising, veio a pergunta:   – Como ser um Franqueador? 

Se esta é sua história, parabéns! Mas cuidado!

A  precipitação e o descuidado com um planejamento adequado é o principal motivo do insucesso de muitas redes de franquias.

Para isso, criamos um passo à passo de como ser uma Franqueador de sucesso.

1-) Entenda como funciona o sistema de Franchising

O primeiro passo para criar uma Franquia do seu negócio é entender como funciona o sistema de Franchising.

Saber o conceito é fundamental para concluir se o Franchising é a melhor opção, não só para sua empresa como também se está alinhado a seus objetivos pessoais. Desta forma fizemos um resumo abaixo:

O que é Franchising para o Franqueador    

  1. Estratégia de Crescimento

  2. Competividade

  3. Canal de distribuição

Principais obrigações do Franqueador

  1. Fornecer Liderança

  2. Transferência contínua de Know-how

  3. Ajudar o Franqueado atingir seus objetivos

  4. Proteger a estratégia da marca

  5. Monitorar e manter os padrões

  6. Ser remunerado

O que é Franchising para o Franqueado

  1. Know-How

  2. Retorno

  3. Fundação

  4. Grandeza

Principais obrigações do Franqueado

  1. Executar o negócio

  2. Criar base de clientes satisfeitos

  3. Apoiar os valores da marca e manter o padrão

  4. Cumprir com pagamentos ao Franqueador

A relação entre Franqueado e Franqueador apesar de independente, tem que ser sempre vista como um ganha-ganha. Sendo feito da maneira correta, o Franchising é certamente um caminho de oportunidades para ambos.

2-) Analise a Franqueabilidade de seu negócio

Após entender o conceito do Franchising, o segundo passo é saber se sua empresa é Franqueável.

Tenha em mente que abrir uma Franqueadora é como abrir um novo negócio, portanto exige o mesmo planejamento  inicial com qualquer outra empresa.

Em resumo é aqui que os empresários comentem os mesmos erros e comprometem o sucesso da marca. Em suma, os motivos do insucesso de uma Franquia são diversos:

  • Modelos complexos e difíceis de replicar
  • Mão de Obra muito específica
  • Formatação realizada sem um Plano de negócios
  • Índices financeiros não atrativos para o mercado
  • Projeções Financeiras com índices inviáveis para o Franqueado ou Franqueador
  • Canais de distribuição limitados

Contudo a boa notícia é que tudo isso pode ser evitado através da metodologia correta.

3-) Faça o registro da sua marca pelo INPI

O registro da marca pelo INPI,  é mais um passo da formatação de franquias.

Como um franqueador, seu ativo mais valioso é a sua marca: por isso tenha em mente que você precisa protege-la a todo custo.

Quando seu negócio se transforma em Franquia, você está promovendo novas oportunidades para as pessoas representar a sua marca e se feito de maneira incorreta poderá trazer altos riscos ao negócio, como por exemplo a necessidade de alteração da marca.

O mais indicado nesse caso é recorrer a uma empresa especializada para cuidar do registro de sua marca e do acompanhamento contínuo dos despachos proferidos, afinal queremos ficar longe de surpresas negativas.

4-) Tenha um excelente Plano de negócios

Inegavelmente, o planejamento inadequado é uma das razões que os recém chegados ao Franchising não terão sucesso.

Surpreendentemente neste mercado é muito comum empresas formatarem seu negócio com advogados.

É improvável que um Advogado tenha experiência em negócios, em desenvolver modelos de fluxos de caixa, mapeamento de processos, benchmarks e etc.

Geralmente utilizam a estratégia default,  “se deu certo para um vai dar certo para o outro”, no entanto não é assim que funciona.

Existem vários pontos a serem analisados antes de criar os documentos jurídicos entretanto um pequeno erro pode significar um grande desperdício de receita em médio e longo prazo. Os erros mais comuns são:

  • Taxas de Publicidade
  • Taxas de Tecnologias
  • Margens do produto
  • Taxa de Franquia
  • Estrutura Organizacional
  • Estratégia de expansão
  • Direitos territoriais
  • Royalties

Em resumo, um modelo de negócios bem formatado demanda diversas etapas:

  1. Análise do seu negócio

  2. Bechmarking competitivo

  3. Análise de lacunas organizacionais

  4. Desenvolvimento estratégico

  5. Mapeamento de processos

  6. Análise de sensibilidade financeira

5-) Faça um plano de Expansão

Sem dúvida, é extremamente seguro dizer que a prioridade básica de um  franqueador é expandir.

Por essa razão essa é a essência máxima de como criar uma franquia, porém, não é tão simples.

Geralmente, o  primeiro questionamento que o franqueador faz é : Faz sentido expandir a nível Nacional? Ou devemos fazer uma expansão em espiral?

Nessas circunstâncias leva-se em conta 6 pilares essenciais para expandir sua franquia:

  1. Planejamento;

  2. Formação da sua equipe;

  3. Monte uma vitrine da sua franquia;

  4. Tenha franqueados satisfeitos;

  5. Utilize tecnologia de Ponta;

  6. Defina o perfil ideal de seu Franqueado

  7. Divulgue de forma eficaz.

6-) Faça um plano de Marketing

O Plano de Marketing delineará as atividades especificas para o Branding da marca, geração de interessados para venda de Franquias e estimular o mercado para seus franqueados. Geralmente,  o plano de marketing  inclui:

  1. Identificação das personas

  2. Estratégias de comunicação com os públicos B2B e B2C

  3. Relações públicas

  4. Mídias Sociais

  5. Feiras

  6. Presença digital SEO

  7. Ações Online  e Offline

7-)Faça a formatação jurídica da marca

O sétimo passo para criar uma Franquia é a formatação jurídica da marca.

A Finalização deste etapa, embora que ainda não recomendado visto que os manuais ainda não foram confeccionados, lhe possibilitará por lei a comercialização de sua marca.

A Formalização de todos os detalhes e regras dos quais estabelecerão a relação entre Franqueador e Franqueado ocorrerão por meio dos documentos jurídicos.

Em outras palavras, tudo que foi previsto, analisado e formatado será transcrito em forma de contrato. Os documentos desta etapa são:

  1. COF  – Circular de Oferta de Franquia

  2. Pré contrato de Franquia

  3. CF – Contrato de Franquia

8-)Crie Manuais de operação

Os manuais de operação é a ultima etapa da Formatação de Franquias. Apesar de não ser obrigatório na lei do franchising eles são extremamente recomendados. O manual de operações atuam como:

  1. Ferramenta de venda para novos Franqueados pois demonstra profundidade em sua expertise

  2. Guia de treinamento para novos franqueados

  3. Referencia para Franqueados estabelecidos

  4. Defesa em ações de responsabilidades indiretas

Concluindo esses 8 passos a Inova Franquias garante que bases sólidas serão estabelecidas, tendo assim uma marca pronta para expansão.

Recomendamos fortemente trabalhar junto a  uma consultoria de Franquias experiente e com credibilidade no mercado, evitando assim erros complexos ou até mesmo primários dos quais  fatalmente comprometerão o sucesso da marca.

Caso precise de suporte, ficaríamos felizes em atendê-lo.

Para ter uma ideia  inicial do potencial de seu negócio faça aqui um teste online gratuito!



Deixe uma resposta

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.
WhatsApp chat