Como expandir o seu negócio através do sistema de franquias?

Fazer o planejamento estratégico para expandir o seu negócio através do sistema de franquias é fundamental para atuar em uma determinada área e conseguir aumentar o número de vendas e fazer a marca ficar conhecida.

O primeiro passo é saber se o seu negócio pode ser uma franquia. Existem alguns critérios inerentes ao modelo de franquias que devem ser observados antes de considerar essa possibilidade.

Em uma estratégia de expansão é preciso considerar alguns pontos como, quando e quantas novas unidades você pretende e o mercado consegue absorver nos próximos x anos (5,10).

Dessa forma as novas unidade de franquia do seu negócio, ao serem abertas, vão precisar de todo um acompanhamento para checar como está indo o seu funcionamento e desempenho delas.

Assim é possível fazer os ajustes necessários tanto para ela como para as outras unidades.

Um dos pontos que deve ser observado é o desempenho desigual das unidades.

Se uma ou mais lojas estão gerando um rendimento menor que a média geral, é preciso reorganizar a estratégia.

É interessante sempre manter revisada a estratégia de expansão para que esta não fique desatualizada e ultrapassada.

Assim como o mercado, a empresa é dinâmica e está sempre se transformando, impactando de forma direta o crescimento.

O que é uma franquia?

Franquia é um modelo de expansão, onde um franqueador cede ao franqueado o direito de utilizar a marca ou patente, com direito de distribuição exclusiva ou não dos produtos ou serviços de sua marca, além do uso de administração do negócio ou sistema operacional e tecnologia de implantação desenvolvidos ou de posse do Franqueador, por meio de remuneração direta ou indireta, sem qualquer tipo de vínculo empregatício.

A franquia nada mais é que um modelo de expansão composto por um acordo entre duas partes, onde um fornece a marca e conhecimento operacional (o franqueador)  e outro a implanta e gerencia as unidades de negócio (o franqueado).



O franqueador fornece alguns direitos para o franqueado para que este possa aproveitar alguns benefícios do sistema de franquia de um negócio que já colhe frutos de seu sucesso.

Entre uma das principais vantagens temos o uso da marca, do sistema de operação, da gestão do negócio e da comercialização.

Sendo assim, o sistema de franquia é visto como uma ótima ferramenta de negócio, tanto para o franqueador, que busca transformar a sua marca em um sistema de franquias, podendo replicar o sucesso das operações, como para o franqueado, que já vai ter todo um negócio estruturado para iniciar a sua unidade.

Alguns termos fazem parte do cotidiano do franchising, e para auxiliar você a se familiarizar, separamos os mais comuns:

Franqueado: a pessoa que adquire a franquia e proprietário da unidade franqueada, podendo ser uma pessoa jurídica ou física.

Franqueadora: é a empresa que tem o método, processo de negócio e a marca, também são os responsáveis por escolher quais serão os franqueados.

COF: é a Circular de Oferta de Franquia, é o documento legal que funciona como se fosse um caderno onde há a definição de diversas informações obrigatórias da franqueadora. É nela que há especificando os direitos e obrigações de cada parte na franquia e deve ser entregue com pelo menos dez dias de antecedência de qualquer contrato ou pré-contrato.

Contrato de Franquia: é o documento legal que sela o acordo entre as partes e que valerá para toda a relação entre o franqueador e franqueados.

Taxa de franquia: é geralmente pago para ter a concessão da franquia, referente ao direito de fazer parte da rede e acessando todo o know-how que foi desenvolvido pela franqueadora, assim como usar a marca.

Taxa de royalties: é a taxa paga periodicamente pelo franqueado para a franqueadora como uma contribuição contínua de know-how e outros benefícios, assim como fornecedores homologados e programas de capacitação e suporte.

Taxa de marketing/publicidade: é a dirigida para fazer propaganda e publicidade, arrecada com os  franqueados para que se monte um fundo e seja gerido pela franqueadora, sendo usada em campanhas de divulgação regional, local ou nacional.

Qual deve ser a estratégia de expansão?

É fundamental considerar a estratégia de expansão de uma franquia que deve seguir o direcionamento da análise do mercado.

Então se o seu negócio cresce por ter um Centro de Distribuição acessível, deverá seguir o planejamento da localização ao implementar novos Centros de Distribuição deve analisar o mercado para determinar o número de novas lojas e o local que os produtos devem ser manipulados e estocados.

Se o crescimento é diretamente ligado ao mercado, é preciso que haja uma cobertura geográfica mais ampla sobre as informações decisivas, principalmente em um mercado regional como o do Brasil.

Definir a estratégia da expansão não deve ser limitada a quantidade de novas unidades que vão ser abertas, até porque é a própria estratégia que vai definir o número de franquias que o mercado consegue absorver.

Analisar como o mercado está vai ajudar a dimensionar o potencial da marca, definindo como será feito para garantir o crescimento saudável da empresa.

Como é feito o monitoramento das unidades de franquia?

Sem dúvidas um dos melhores termômetros para ver o êxito da sua estratégia de expansão são as lojas já existentes.

O tamanho da disponibilidade do mercado para cada unidade em um mercado diferente ajuda a medir o desempenho da marca.

Então é fundamental que o sistema de informações com dados de sua rede, possibilitando cruzar as informações com os dados bem detalhados sobre a área alvo, o que sem dúvidas é fundamental para acertar o caminho da expansão e de decisões tomadas.

Quando expandir o meu negócio?

Se você tem um negócio estável e que vem crescido nos últimos tempos, é um sinal que pode ter chegado a hora de expandir o seu negócio.

Quando há pessoas interessadas em replicar o seu negócio, acaba sendo também um indício que chegou o momento de aumentar a sua empresa através do sistema de franquias.

Entenda que optar montar uma franquia não é uma tarefa fácil, então há muitos aspectos que devem ser considerados antes de entrar no mundo franchising.

É preciso analisar se o seu negócio possui espaço no mercado para expandir e se realmente é lucrativo.

Há algumas características que devem ser avaliadas para avaliar se haverá interesse em expandir uma franquia do a partir do seu negócio.

Entre elas temos: mix de produtos e exclusividade de marcas e/ou produtos; marca forte e com boa imagem no mercado; know-how do negócio e potencial de mercado e a concorrência.



Deixe uma resposta

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.
WhatsApp chat