Seu Negócio Pode ser uma Franquia?

Será que o seu negócio pode ser uma franquia? Quais as vantagens de enveredar-se por esse aparentemente exótico modelo de negócios? Quais os riscos e equívocos que ele traz consigo?

O começo da história do modelo conhecido como “franchising” (franquias) no Brasil pode ser assinalado nos distantes anos 60, quando as empresas Falkenburg (sorveteria que deu origem à Bob’s do Brasil), Yázigi e CCAA (ambas do segmento de cursos de idiomas) passaram a nos ofertar franquias.

Logo um grupo de empresários munidos apenas de um manual sobre a reputação das empresas e muita vontade de ver o negócio dar certo transformaram-nas em algumas das principais referências desse segmento no país.

Uma das pioneiras entre as franquias do Brasil, a CCAA tornou-se referência em ensino de idiomas no país.

Os anos 70 chegaram!

E além de trazer-nos a consolidação do Brasil como potência no futebol, acirrar, ainda mais, os conflitos referentes à famigerada ditadura militar e lançar o país, curiosamente, em um crescimento econômico digno dos países desenvolvidos, trouxeram também a confirmação do modelo de franquias como uma possibilidade por aqui.

Especialmente por meio da presença de empresas como O Boticário, Kumon (rede de ensino japonesa), Água de Cheiro, Lacqua di Fiori, entre outras, que em muito se beneficiaram de experiências anteriores.

Até que, no início dos anos 80, uma empresa conhecida como “McDonald’s” desembarcou no Brasil, e o restante dessa história todos já conhecem.

Ela tornou-se um verdadeiro sinônimo de franquias. O exemplo a ser seguido! A meta a ser alcançada”

Ela tornou-se o principal estímulo para milhares de empreendedores que desejavam aproveitar as principais vantagens do modelo de franquias.

Vantagens como: Uma reputação já sedimentada, um Know-how (às vezes construído por décadas) à disposição do franqueado, menos burocracia, benefícios fiscais, entre outras vantagens.

Mas afinal de contas, por que transformar o seu negócio em uma franquia?

Entre as principais vantagens desse modelo, estão:

1.Expansão da sua marca

A cada segundo, cerca de 75 habúrgueres McDonad’s são vendidos no mundo. Diariamente, 68 milhões de indivíduos (mais de 30% da população brasileira) consome os seus produtos.

No mercado de perfumarias e cosméticos, o Boticário ocupa a fatia de nada mais, nada menos, do que 11% desse segmento no Brasil.

Isso sem contar o fato de que ela é uma das 5 maiores empresas do ramo de beleza e cosméticos do país.

Tudo isso só foi alcançado após a expansão dessas marcas por meio de franquias.

Isso permitiu também a expansão das suas reputações, os prêmios de reconhecimento, a capacidade de vendas, entre outras vantagens que, para obtê-las, você só precisará ter a certeza de que escolheu franqueados com o perfil da empresa.

“Jamais cometa a loucura de rebaixar a qualidade dos seus produtos (seja na quantidade ou na composição). Você deve, acima de tudo, evitar o erro de não fazer das pessoas a sua prioridade”

Robert Falkenburg, pioneiro do franchising no Brasil

2.Maior alcance da sua publicidade levando a maior visibilidade da empresa

Um dos motivos para que o seu negócio seja uma franquia, é justamente o fato de que toda a publicidade de uma rede é compartilhada entre franqueador e franqueado.

Os mais de R$ 15 milhões de reais investidos pela gigante do fastfood “Bob’s”  na estratégia de marketing “Por uma imagem fora dos padrões”, foram compartilhados entre ela e os seus franqueados por meio do fundo nacional de publicidade.

Esse fundo é uma taxa cobrada pela franqueadora de cada franqueado.

Tem como objetivo fazer com que a marca seja sempre renovada por campanhas locais, regionais, nacionais, das quais, obviamente, os franqueados obterão retorno.

O alcance das estratégias de marketing das franqueadoras impactam diretamente nos resultados dos franqueados.

3.Ganhará autoridade em operações administrativas

Durante o processo de abertura de uma franquia, você receberá todo um conjunto de informações referentes ao sistema de franchising no seu segmento, sem que tenha que aprender por conta própria – por meio de erros e de acertos.

Será elaborado um manual didático com todos os detalhes do sistema operacional da sua empresa, com treinamento específico, níveis de estoque, estratégias de publicidade, entre outros procedimentos já testados e comprovados por diversas outras empresas que se tornaram franquias.

4.Ser uma franquia oferece maior segurança e margem de erro

Não é novidade o fato de que uma das principais dificuldades de um empresário é a falta de certeza sobre a viabilidade do produto que pretende oferecer.

Se tem potencial de vendas, se é algo que as pessoas necessitam, como definir o preço? Essa é somente uma das dúvidas do universo empresarial.

Esse é outro motivo para que talvez, quem sabe, o seu negócio possa ser uma franquia:

Você poderá testar novos produtos nas lojas dos seus franqueados, inovar com mais segurança, poderá negociar melhores preços, entre outras vantagens de possuir “filiais” sem ter preocupações administrativas.

5.Melhor suporte

É praticamente um consenso, que vem se firmando ao longo dos últimos 20 anos, sobre as vantagens desse segmento de franquias no Brasil e no mundo.

Essa geração utiliza definições como “Learning Network”, o que significa estreitar cada vez mais os laços entre franqueador e franqueado.

Agora você, franqueador, deverá fazer questão de manter um suporte ininterrupto (inclusive de forma on-line), por meio de treinamentos, compartilhamento de tecnologias, envio de informações, etc..

Mas o franqueado (que não será apenas um gerente descompromissado) terá que, por contrato, apresentar resultados e conscientizar-se da importância de fazer com que a reputação da marca também represente a sua reputação.

6.Menor risco

Essa é uma razão que pode parecer óbvia, mas não custa chamar mais uma vez a atenção para a vantagem de abrir “filiais” sem ter preocupações operacionais, fiscais, administrativas, entre outras.

Basta lembrar o trágico período entre 2013 e 2016, no qual 341,6 mil empresas fecharam as portas.

Só no setor de comércio foram mais de 260 mil sonhos que foram por água abaixo, de acordo com as Estatísticas do Cadastro Central de Empresas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE (2018).

Isso sem contar com as estatísticas de que cerca de 60% das empresas abertas no Brasil fecham as portas em não mais do que 5 anos, entre outras razões, devido ao tempo necessário para que uma empresa realmente dê lucro.

Abaixo nós disponibilizamos um vídeo monstrando mais alguns detalhes sobre os critérios para tornar sua empresa em uma franquia.



Essas, portanto, podem ser algumas das razões para que o seu negócio seja uma franquia: a certeza de que as suas “filiais” não começarão do zero em marketing e publicidade, faturamento, credibilidade, know-how, estabilidade no mercado, entre outras necessidades que, no modelo tradicional, você certamente só alcançaria após algumas décadas de trabalho, persistência e muito investimento.

Caso queira, deixe a sua opinião sobre esse artigo por meio de um comentário.



Deixe uma resposta

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.
WhatsApp chat